VITAMINAS

 

 

FUNÇÕES GERAIS DAS VITAMINAS

 

            As vitaminas são elementos indispensáveis para a vida, necessários em doses muito baixas, algumas delas, medidas em microgramas.

            Elas desempenham a função de catalisadores no organismo humano. Por esse motivo, são incluídas no grupo dos biocatalisadores, juntamente com as enzimas, as hormonas e os oligoelementos.

            Graças aos biocatalisadores, torna-se possível a produção de reações num meio tão difícil como é o organismo humano: um meio aquoso, que deve manter uma temperatura constante de 37°C.

            As vitaminas ativam a oxidação dos alimentos, as reações metabólicas e facilitam a libertação e a utilização de energia. Desta forma, permitem que o organismo possa aproveitar as substâncias plásticas e energéticas proporcionadas pela ingestão de alimentos: as proteínas, os açúcares, as féculas e as gorduras.

            São compostos orgânicos imprescindíveis para algumas reações metabólicas específicas, agindo muitas vezes como coenzimas ou como parte de enzimas responsáveis por reações químicas essenciais à saúde humana. São usualmente classificadas em dois grupos, com base na sua solubilidade, estabilidade, ocorrência em alimentos, distribuição nos fluídos corpóreos e sua capacidade de armazenamento nos tecidos.

 

 

FUNÇÕES BIOQUÍMICAS DA VITAMINAS

 

            Sabe-se que a maioria das vitaminas do grupo B representam o grupo prostético das coenzimas na medida em que intervêm em múltiplas reações enzimáticas de degradação ou de síntese, graças às quais os hidratos de carbono, os lipídios, os prótidos e todos os elementos nutritivos ingeridos com os alimentos são transformados e, deste modo, proporcionam a energia indispensável para o trabalho celular, para constituir, eventualmente, reservas energéticas e para aportar os elementos necessários para a manutenção e crescimento das estruturas do organismo. Por outro lado, a sua atividade conhecida como coenzimas faz das vitaminas elementos indispensáveis para as transformações incessantes e as renovações permanentes que condicionam a vida celular.

            Principais funções vitamínicas:

            Tendo por finalidade recordar a distribuição das grandes vias metabólicas relacionadas com o Ciclo de Krebs e com a reserva de aminoácidos, a figura abaixo representa, de forma esquemática e muito simplificada, o conjunto das reações de síntese e degradação em que participam as vitaminas do grupo B.

        

   A importância das vitaminas no metabolismo celular. As suas principais funções são indicadas de forma esquemática.

 

 

VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS

 

            A maioria das vitaminas hidrossolúveis são componentes de sistemas de enzima essenciais. Várias estão envolvidas em reações de manutenção do metabolismo energético. Estas vitaminas não são normalmente armazenadas no organismo em quantidades apreciáveis e são normalmente excretadas em pequenas quantidades na urina; sendo assim, um suprimento diário é desejável com o intuito de se evitar a interrupção das funções biológicas normais.

 

 

VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS

 

          Cada uma das vitaminas lipossolúveis, A, D, E e K, tem um papel fisiológico separado e distinto.  Na maior parte, são absorvidos com outros lipídios, e uma absorção eficiente requer a presença de bile e suco pancreático. São transportadas para o fígado através da ninfa como uma parte de lipoproteína e são estocadas em vários tecidos corpóreos, embora não todas nos mesmos tecidos, nem na mesma extensão. Normalmente são excretadas na urina.

 

 

HIPOVITAMINOSE

 

            Vitamina A (lipossolúvel)

             Cegueira Noturna, causada por falta de vitamina A, falta de capacidade de perceber detalhes em ambientes pouco iluminados. Cefaléia; lesões na pele, pele áspera e seca.
            Auxilia no tratamento de sarampo e rubéola em quase todas as doenças infeccionadas. A falta de vitamina A facilita mais a pegar doenças infeccionadas.
            Alterações cutâneas: A pele se torna seca escamosa e áspera conhecida como pele de ganso ou pele de sapo.

            Vitamina B (Hidrossolúvel)

            Beriberi = doença por deficiência de tianina. Encontrada na Vitamina B1.
            Pelagra= doença causada por deficiência de niacina encontrada na vitamina B6 cansaço.
            Falta de apetite e causa atraso no crescimento.

            Vitamina C (Hidrossolúvel)

            Deficiência causa gripe, resfriado e infecções; aumenta a resistência do organismo; provoca hemorragias nas gengivas e na pele ( conhecida como escorbuto).

            Vitamina D (Lipossolúvel)

            Provoca Raquitismo; desgaste dos ossos (osteoporose) e dos dentes.

            Vitamina E (Lipossolúvel)

            Não causa deficiência.

            Vitamina K (Lipossolúvel)

            Com a má absorção de lipídeos pode causar destruição da flora intestinal. Não foi registrado casos de deficiências graves.

 

HIPERVITAMINOSE

            Vitamina A (Lipossolúvel)

            Excesso pode causar náuseas, vômitos, fadiga, cefaléia, anorexia, coloração amarelada da pele.

            Vitamina B (Hidrossolúvel)

            Não há nenhum efeito tóxico conhecido pela tianina.

            Niocina (pelegra) = Doses grandes tem sido usado na tentativa de abaixar a concentração de colestrol no sangue.Pode ser tóxica para o fígado .

            Vitamina C (Hidrossolúvel)

            Não há efeito tóxico.

            Vitamina D (Lipossolúvel)

            Anorexia, vômitos, dor de cabeça, sonolência e diarréia.

            Vitamina E (Lipossolúvel)

            Não apresenta efeitos tóxicos.

            Vitamina K (Lipossolúvel)

            Não apresenta efeitos tóxicos.